[Resenha] O Amor do Fazendeiro - Janice Diniz

Título: O Amor do Fazendeiro
Autor(a): Janice Diniz
Páginas: 292
Ano de Publicação: 2017
Formato: ebook Kindle 
Publicação Independente

Rafael Leonardi, de 42 anos, é um criador de cavalos de corrida bem-sucedido. É conhecido por ser implacável nos negócios, frio e pragmático. Lutou a vida inteira para provar que não precisava da fortuna da família nem do homem que levou à própria esposa ao suicídio: o seu pai. No entanto, depois de morto, o patriarca dos Leonardi ainda interfere na sua vida. Para que Rafael receba a sua herança, ele precisa se casar novamente e se manter casado por um ano. Isso se a escolhida em questão não tivesse 19 anos e viesse de uma família pobre. O contrato até daria certo se Manuela Esteves não fosse passional, impulsiva e de pavio curto. E se ela não se importasse com Artur e Amanda, os filhos do fazendeiro. A mudança para Sacramento trouxe esperança de dias melhores a Manuela. O que ela não sabia era que o emprego de babá não existia. E que o seu suposto patrão é um sujeito arrogante e grosseiro. Porém, ao mesmo tempo, forte e selvagem, um bruto bem-nascido que sabe o seu lugar no mundo. E tal constatação a fascina. Ele, no entanto, não se cansa de lhe dizer para não se iludir, não se apaixonar, não estragar o acordo comercial entre ambos, não misturar sentimentos e dinheiro. O problema é que Manuela se apaixonou pelo seu marido e está disposta a se tornar a sua esposa “de verdade”. E, enquanto ele tenta manipular a situação, ela o envolve na sua teia de sedução. Contudo, na mesma fazenda em que encontrou o amor também poderá encontrar a morte, quando começa a receber mensagens e telefonemas de um sujeito obcecado por ela.

♥♥♥

Iniciei a leitura de O Amor do Fazendeiro já sabendo que iria gostar, pois é uma obra da Rainha dos Cowboys e como adoro os seus livros, não seria novidade. Contudo, fiquei surpresa ao encontrar uma das histórias mais românticas e fofas da Janice, que me encantou mais e mais a cada página. Então, se você gosta de romance, adianto que está aí uma super dica!

Rafael Leonardi é rico e poderoso, dono de uma das mais importantes fazendas de criação de cavalos de corrida do país. Ele não teve um bom relacionamento com o pai, que sempre foi ausente e essa relação se deteriorou ainda mais depois do suicídio da mãe. Após o falecimento do pai, Rafael sabe que herdará muito dinheiro, no entanto, não esperava encontrar um empecilho para receber a herança. Uma cláusula do testamento impõe que ele se case e mantenha o enlace por um ano. Agora, o fazendeiro terá de encontrar uma noiva, mas a “candidata” pode não ser o que ele esperava.

Manuela é uma moça que sempre colocou a família em primeiro lugar e, por isso, aceitou um emprego de babá em uma cidade distante da sua terra natal. Em Sacramento, ela terá a oportunidade de ajudar ainda mais os pais e os irmãos, uma vez que, o salário é bem melhor do que o recebido em seu antigo trabalho. Mas o que a espera na Fazenda Leonardi não é bem a função de babá, e sim uma proposta de negócios, um casamento de aparências.


A premissa de O Amor do Fazendeiro pode até parecer clichê, mas se engana quem pensa que essa história fica apenas na ideia do “casamento por conveniência”. Já possuímos o diferencial quanto aos personagens, os quais são construídos de forma primorosa pela Janice. Rafael é um homem de 42 anos bem-sucedido financeiramente, mas emocionalmente, abalado. O suicídio da mãe quando ainda era criança e a péssima relação com o pai, o tornaram frio e contido quanto aos seus sentimentos, mesmo no relacionamento com os filhos não há demonstrações de afeto, as crianças são criadas com todo o conforto possível, mas sem a proximidade desejado com o pai. Em contrapartida, temos a nossa mocinha, a querida Manuela, uma jovem de 19 anos que ama incondicionalmente a família e que possui uma personalidade sincera e romântica.  Ela já me cativou desde o início com seu jeito espontâneo de ser, sempre falando o que lhe vem à cabeça. 

"Não se sentia infeliz por não poder comprar roupas novas e descoladas. A infelicidade vinha quando o Natal chegava e os seus irmãos continuavam a esperar brinquedos que jamais ganhariam. Porque papai Noel de pobre não aparece dia 24 nem no dia 25 de dezembro. Ele se perdia na rua das crianças ricas."

Então, temos dois protagonistas com perfis distintos, que em nada parecem se encaixar, mas que irão nos mostrar que o amor é capaz de florescer onde menos se espera. Acompanhar o relacionamento do Rafael e da Manuela foi uma experiência leve e encantadora. Sabe quando você lê algo tão envolvente que não percebe o tempo passar? Quando ri feito uma boba de uma situação para lá de inusitada? Ou quando suspira por uma passagem tão bonita e sincera? Foi assim que me senti durante toda a leitura, cativada por personagens apaixonantes e por uma trama romântica em sua essência, sem aspectos forçados ou piegas. Assim como nos outros romances da autora, este possui a sua carga de sensualidade, mas tudo dosado na maneira certa e devidamente inserido no contexto.

A história é carregada de um humor tão contagiante, que foi impossível não rir durante várias passagens do livro. As conversas entre o Rafael e a Manuela rendem momentos verdadeiramente hilários, especialmente por ele ser arrogante e sério, há um contraste com a simplicidade e impetuosidade da protagonista. Os diálogos são estruturados de maneira inteligente, repletos de bom humor e ironia. 

Em suma, O Amor do Fazendeiro é um livro LINDO! Um romance fofo e encantador que me conquistou de tal forma, que ao ler a última página, tive vontade de reler tudo novamente. Entrou para a minha lista de queridinhos da autora, com certeza!


Sobre a série: 


O Amor do Fazendeiro é segundo volume da Coleção Cowboys de Sacramento. É importante saber que os livros que compõem a coletânea não possuem ligação e, por isso podem ser lidos de forma independente. 

Leia a resenha de Aprisionados ao Desejo AQUI

Compre AQUI 


4 comentários

  1. Cailes!

    Dá para perceber que você se envolveu com a história, ou melhor, viveu dentro dela o tempo em que a narrativa durou. E isso é tudo que um autor mais quer: a vida do leitor misturada à vida dos personagens.

    Agradeço de coração todo o apoio e carinho que tem por mim e pelos meus livros!
    Você é única <3

    Beijo enorme!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii, Jan!!

      Sim, me envolvi demais com a história do Rafael e da Manuela! Adorei cada minuto da leitura ♥

      Muito obrigada!

      Bj!

      Excluir
  2. Ai que lindo! Parece ser uma leitura muito prazerosa. Você fala muito bem dessa autora e quero muito conhecer suas obras, acho que começarei por este. Adorei saber que as personalidades e idades dos protagonistas são tão distintas,estou muito interessa!
    Amei a resenha!

    Bjokas!!!
    Eloise G.F
    http://cronicasdeeloise.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii!!!
      Sim, é um dos livros mais românticos da Janice. Indico que comece por ele, caso queira conhecer suas obras românticas e sensuais. E Matarana, se quiser conhecer o "começo de tudo" kkk é a minha série favorita da autora e sempre a indico ♥

      Acho que você vai querer dar uns tabefes no Rafael, mas ele melhora kkk

      Bj!!

      Excluir