[Resenha] A Falsa Noiva - Janice Diniz

Autora: Janice Diniz | Publicação Independente | 197 Páginas | Romance

Skoob | Amazon

Retornar para casa, é isso que Ana deseja após sua fuga. Um ano antes ela deixou a casa que já não se parecia com um lar, deixou o pai amargurado pelo abandono da mulher que amava. Agora Ana decide voltar para o lugar onde passou quase toda a vida, a fazenda dos Furlan, na qual seu pai trabalha como motorista. 

Erik Furlan tem grandes planos para os negócios da família e isso inclui casar o irmão mais novo com a filha de um importante fazendeiro. Mas o retorno de Ana pode prejudicar os seus objetivos, já que acredita que o irmão sempre foi interessado na moça. Assim, ele decide torná-la inacessível para ele. Como? Fazendo com que Ana seja sua esposa, mesmo que só de “fachada”.

Fiz essa leitura em algumas horas, o que não foi surpresa, pois normalmente devoro os livros da autora. O romance presente aqui traz mais uma vez um casal com uma grande diferença de idade, algo bem corriqueiro nas obras da Janice e que me agrada bastante! O clichê do casamento por conveniência também teu seu espaço, embora não seja tão explorado e adorei isso!! Erik e Ana se desejam e logo cedem as suas emoções, muito antes de qualquer acordo eles já estão envolvidos emocionalmente, mesmo que não percebam. Como acontece com todos os casais escritos pela Janice, a química entre eles é inegável e fiquei torcendo para que eles fossem logo “felizes para sempre” kkk.

Adorei os personagens secundários e como tiveram destaque na trama. Queria mais sobre o Julian, irmão do Erik, ele é um personagem intrigante e amaria se houvesse um livro só dele!

A Falsa Noiva é essencialmente uma comédia romântica com uma boa dose de erotismo. A cena do pedido de casamento é hilária, literalmente rolei de rir na minha cama enquanto lia kkk. A Jan sabe como criar esses momentos cômicos que dão a leitura uma leveza que adoro!

Minha única ressalva é em relação a alguns acontecimentos no desfecho, os quais foram um tanto corridos e acabaram não sendo tão bem desenvolvimentos a meu ver. No entanto, a cena final foi uma coisa fofa e como sempre ocorre quando leio os livros da autora, terminei com um sorrisão no rosto!

Nenhum comentário